03/11/04

Escrutínio Universal, Já !, por Mies Van Der Rohe

Falando em votos e em liberdade e em suínos, a mais que certa vitória do Bush é sem dúvida um dia negro para a paz e para o equilíbrio mundial. Como ouvi dizer a um amigo cibernauta o George W teve o grande mérito de convencer os eleitores de que havia razões para ter medo sem que estes se apercebessem que ele próprio constituía a maior das ameaças.
Como pode todo um povo inteiro, ser tão burro? Nem era preciso ver o demolidor Fahrenheit 9/11 do Michael Moore - que sem dúvida, entre muitas verdades indesmentíveis e não desmentidas tem algo de panfletário - para perceber que o Bush é um perigoso troglodita cuja única estratégia visível é a do "keep it simple and stupid". Pelas repercussões que tem nas nossas vidas ( ele é a guerra no Iraque, o recrudescer do conflito do médio Oriente, o incremento do terrorismo internacional, a escalada do preço do crude, a secundarização dos programas para combater a desigualdade Norte-Sul, a perpetuação da intolerância religiosa e sexual) julgo que é tremendamente injusto que não tenhamos direito a eleger alguns lugares no tal colégio eleitoral. Mas porque raio é que a minha vida (como a de tantos outros que gostariam de ter visto Kerry ser eleito) há de ser definida por uns labregos que vivem no interior da Florida, no Wyoming e no resto da América profunda, sem que me seja dada uma palavra a dizer? Se estão a eleger o líder do planeta porque todos os habitantes não têm direito a serem auscultados? Esta nova ordem mundial justifica ou não ser legitimada por um escrutínio universal e directo?
Grão, aquilo no Ohio tá como o FQP na Champions: matematicamente perdido. De que estás à espera para decretar luto oficial na confraria?

1 comentário:

Anónimo disse...

Cara que isso eu posso ser leigo no assunto e não escrever corretamente como vc, mais fala mal é fácil o difícil é dirigir uma potência mundial como os EUA.
George W Burger para mim foi um herói que tirou do poder o miserável e tirano Saddam Hussein, queria ver se vc estivesse na pele daquele povo os Curdos.
Estima-se que 200 mil curdos iraquianos foram massacrados por Saddam Hussein em 1988

Deus é justo, ele semeou o mal e tinha que pagar por vários crimes contra os civis inocentes que ele exterminou quem era contra sua tirania.

Edson
São Paulo - Capital