17/03/05

"Good Luck, Mr. Gorsky.", por Pig-In-Space

A 20 de Julho de 1969, Neil Armstrong desceu da nave e poisou a patoila no satélite aluado. Inspirado, ou se calhar bem estudado, o homem proferiu então a celebérrima e grandiloquente frase: “Um Pequeno Pulo para o Homem e um Salto Gigante para a Humanidade.” Houston percebeu, aplaudiu e retransmitiu para todo o mundo, em directo e ao vivo.

Depois de ter andado a passear por aquele mar da tranquilidade e no momento em regressava à nave, Neil Armstrong proferiu então uma outra frase aos microfones, que Houston registou: "Good Luck, Mr. Gorsky."

Houston registou, mas não percebeu e o resto dos terráqueos também não. Logo que regressou, o colosso astronáutico foi sucessivamente interrogado sobre o sentido daquela frase enigmática que ninguém tinha percebido. Armstrong escusou-se com um “é uma questão pessoal”, o que em vez de aliviar, adensou o mistério.

Ao longo de dezenas de anos de conferências, entrevistas e curiosidades avulsas, nunca o gigante revelou o sentido do estranho "Good Luck, Mr. Gorsky." Contudo já na década de 90, numa entrevista na Florida perante o enésimo jornalista que lhe fazia o enésimo pedido de esclarecimento sobre o "Good Luck, Mr. Gorsky.", Armstrong descoseu-se e revelou o mistério.

Segundo referiu, um dia, em puto e quando jogava baseball, teve que saltar a cerca do vizinho Mr Gorsky para lá ir buscar uma bola. Ao passar perto da janela do quarto de Mr Borsky, ouviu a vizinha escandalizada vociferar para o marido:
- “Oral Sex!!, You want oral sex?! You'll get oral sex when the kid next door walks on the moon!"

Perceberam? Acho que não é preciso traduzir. Ajoelhou? Vai ter que rezar!
"Good Luck, Mr. Gorsky."

Sem comentários: