23/05/05

Briosa!, por L. Piçarra


E o Glorioso lá é campeão! Afinal somos mesmo 6 milhões, no mínimo, e contando só aqui neste cantinho do cu da Europa. Quando são os outros os vencedores, há festa rija lá na localidade e os media dão a meia hora da festa que é o tempo em que os adeptos de outras terras ainda arrebitam e calam-se ao fim desse tempo. É assim…

Hoje o Benfica é campeão: em Lisboa, pura e simplesmente, não se circula de automóvel, no Porto o autocarrro que transporta os jogadores do Benfica não consegue chegar ao aeroporto, Bragança está na rua, em Braga há milhares cá fora, em Coimbra a Praça da República está ao rubro, Covilhã festeja, Viseu, Maia, Cernache do Bomjardim, Carrazeda de Ansiães, mas também Dili, New Jersey, Hamburgo, Paris, Luanda, Moçambique, Praia... Nestas cidades africanas ecoa o grito «ichsomos campeões!», quase como cá. Mas compreende-se: o Benfica também é deles, o Benfica não é local, nem regional, nem de Lisboa, nem sequer nacional, o Benfica é do mundo.

E não é que o mereçam no meio da alegria do título, mas nunca é de mais lembrar aos energúmenos que estavam na TSF a justificar que «os benfiquistas não tinham nada que ir festejar para os aliados porque aqui é a nossa casa e aqui mandamos nós» que a Avenida dos Aliados não é propriedade privada deles, nem de ninguém. É um espaço público e que tem tanto direito a festejar lá um adepto do Porto, como um do Benfica ou do Boavista ou do Seixal. E que o tempo em que as pessoas não se podiam manifestar em espaços públicos, felizmente, já lá vai. Mas enfim, hooligansmo há em todo o lado e única forma que há de lidar com estes cretinos, seja qual for a sua cor, é só uma: bordoada!

No meio disto tudo, saúde-se também a Briosa pela dignidade que mostrou até ao fim. Teve pinta ser campeão com o apoio da Académica … Na festa de Coimbra os cachecóis da Briosa misturavam-se com os do Glorioso e está bem. O golo de Joeano – a meias com o Baía – deu o alento final de que o Glorioso necessitava. Para quem desconfiava do discurso redondo e simpático do Nelo Vingada ao longo da semana, percebe-se agora que aquilo era para moralizar os tripeiros que já contavam com a vitória antecipada. Afinal, o Nelo é que é a «velha raposa»… Briosa! SLB, SLB, SLB…

Sem comentários: