06/05/05

Mourinho e o Chelsea, por Misterzacamalho

Concordo com o Rafa zé quando pretende desmistificar o ENDEUSAMENTO do Zé Mourinho. Se o gajo ganha-se este jogo iria pensar que não existia mais ninguém no mundo para além dele. Iria pensar-se que o futebol não era, também, um jogo em que se pode perder. O homem qualquer dia já pensava não ser um homem comum com algumas competências específicas.
No que ao modelo de jogo diz respeito, não concordo. Porque, com as limitações que a equipa têm, neste momento e o cansaço físico demonstrado pelos jogadores chave da equipa, era difícil conseguir melhor. Não me parece que o Chelsea pudesse ter uma estratégia muito ofensiva. Mas hoje em dia as equipas apostam sim nas fases do jogo que têm a ver com a transição da posse de bola e o Mourinho é um dos treinadores que melhor interpreta essa estratégia, por isso se diz que faz pressão alta.
Com equipas de alto nível, que se caracterizam por ser muito organizadas quer ofensiva quer defensivamente, o que interessa é explorar ofensivamente os desequilíbrios defensivos quando essa equipa perde a bola ou anular os desequilíbrios defensivos quando a mesma perde a bola o adversário inicia o ataque.Nisto tanto o Zé Mourinho, como o Zé Peseiro estão a dar cartas no Futebol. Porque para já provêm todos da mesma Escola de formação, iniciada o ISEF de Lisboa por “ Carlos Queiroz, Jesualdo Ferreira e Nelo Vingada, Professores na altura da opção Futebol, e depois porque são pessoas que estudam a evolução do jogo e conseguem potencializar muito bem as características dos jogadores, retirando deles o máximo aproveitamento, tanto do ponto de vista técnico – táctico como mental face às condicionantes do jogo moderno. No que diz respeito a carácter e mesmo no que diz respeito à interpretação do jogo são distintos. o Zé Peseiro é mais adepto do futebol ofensivo e do espectáculo, até porque foi P. Lança enquanto jogador e o Zé Mourinho é mais pragmático e defensivo até porque enquanto jogador foi G. Redes. E por aqui me fico, por agora.

Sem comentários: