14/07/05

Apontamentos para um Talk Show: as aventuras da Putona da Stôra, por Pelágio

Image hosted by Photobucket.com

Putona da Stôra - Andam todos a queixar-se da vida, mas nem sabem o que eu passei!
Sou professora de inglês, e como o que me pagam não dava sequer para a lingerie, lembrei-me de fazer uns biscates para ganhar mais algum.
Vai daí pus-me a dar explicações, mas aquilo dava pouquito, que além do mais os putos hoje, com o cinema e as playstation, sabem mais inglês que eu, que sou fraquita em línguas (faladas, claro...).
Vai daí, como a garagem dos papás já estava arranjada para sala de aulas, comecei a receber uns senhores, com a minha fardinha de educadora, óculos e varinha. Dou réguadas, dou o pito, dou o cú e faço mamadas que é um luxo, queridos, e agora é que a língua dá um jeitão, especialmente quando também atendo umas senhoras.
Está claro que não larguei a C+S, porque embora esteja a perder algum graveto, a verdade é que uma rapariga previdente como eu sabe que não vai ser jeitosa a vida toda e qualquer dia os senhores começam a vir menos. Tenho que pensar na reforma...
Enfim, agora não me queixo, só chateia um bocadito é estar sentada nas aulas da manhã,às vezes cheia de dores na anilha, sabem lá, um tormento, e ainda por cima a gramar as criancinhas com as merdas delas e os putos borbulhosos cheios de vontade de me verem a crica. Às vezes mostro, só para os enervar, e já houve um que começou a dizer que tinha de ir à casa de banho com urgência... Camelo, como se eu o não tivesse topado logo; ele que cresça e arranje o bago, que logo se vê.
Mas prontos, com o dinheirão que estou a ganhar quero que isso tudo se lixe e quanto a impostos o que essa gente quer é foder-me, por isso que paguem eles, não eu...
Aprendam, meninas, aprendam, que viver não custa, é preciso é saber!E só para vos mostrar como têm sido parvitas, suas fufas, já troquei o fiesta de 1997 por um SLK novinho em folha. Suas pobretanas, vão lá preparar aulas, vão, com essas unhas que parecem umas pindéricas da Buraca

A minha stôra de inglês é uma puta!
Não digo isto só por chamar-lhe nomes, ou por a gaja ser lixada, ou coisas do género, não, é puta mesmo a sério.
A gaja dava explicações numa garagem do bairro Norton da Silva e depois começou ali a aviar pessoal que é uma fartura. O irmão de um amigo meu da Alliance que é advogado já comeu a tipa toda e disse que é do baril, só que custa nota que até ferve.
A cabrona põe-me doido nas aulas, sempre a cruzar as pernas e a baixar-se para apanhar o giz e essas merdas assim, tudo truques pró pessoal lhe topar a favica, que essa mula nem cuecas usa! Depois é tudo com rebarba e uma vez nem aguentei, tive que pedir para ir à casa de banho que tava apertado!
Puta de merda topou-me logo, a gaja faz de propósito, mas o certo é que tinha de ir e tinha mesmo, a ponto de que quando lá cheguei mal deu para esgalhá-la que já me estava a vir! Foi logo outra!
Agoro tou farto de dar à mão e ando a ver se junto 500 paus para aparecer na garagem da gaja, tipo a dar-lhe a tanga que preciso de explicações (embora toda a gente saiba que a tipa não percebe puto de inglês) e na primeira oportunidade digo-lhe que quero mas é uma mamada e pôr-me nela à força toda.
Se se armar em fina ameaço-a de dizer a toda a gente, mas como em qualquer caso metade da escola já sabe isso não deve pegar.
Que sa foda, tentar não custa. O chato é que a gaja agora anda sempre atrelada ao pai do Eurico, que é chefe das finanças e um gandaldrabão, e ainda por cima com a puta da greve e o caralho se calhar já só a vejo pró ano, e é se calhar numa turma dela!
Até lá, mãozinha ou Fernão Magalhães, foda-se!

Ó Puto Borbulhento, andas cego meu, ainda tás nessa?
Cá a mim a gaja já o abocanhou e desde o ano passado que só tenho cincos a inglês, língua que nem sei ao certo em que país é que se fala.
Querias que eu te ensinasse como é, mas eu não ensino! Safa-te à mão ou vai mas é coleccionar cromos do pokémon!

Outra Putona de Stôra - apre, agora que já estou melhor da garganta vem esta pelintra da coordenadora das matemáticas e chama-me badalhoca, são umas atrás das outras, passo horrores.
Badalhoca, eu?
Olha que comigo é tudo lavadinho e não faço pretos, como umas que cá sei (cala-te boca!), e mesmo que fosse uma porca pelo menos ando cheia de bago e só calço Pablo Fuster, não é como tu que vestes na Babou e depois da prestação do T2 nem podes ter sopeira! Pobre!
Bom, agora vou deixar-me disto de blogues, que não se ganha aqui a vida, e depois de atender um senhor que é chefe das finanças e tem um bruto casão em Ponte De Lima, àla pró aeroporto. Vou para Denver e depois passo os dias de greve em Vail, com uns rapazes que ensinam ski e me divertem à brava e à séria, enquanto essa mal cheirosa das matemáticas se esfrega no piça mole, barrigudo e careca do presidente do executivo, que além de ganhar tão mal como ela ainda leva porrada da mulher, que até os putos da escola já viram.
Vá lá, meninas, abram a pestana...

- Esta tipa além de armar em boa é mentirosa! Eu já a vi com um preto que foi porteiro da "Big Balls"... Ela que vá comer os velhotes da idade dela e deixe os borbulhentos para nós. Vou denunciá-la ao Expresso!


Sem comentários: