22/08/05

Este ano somos do Getafe!, por Schuster

Image hosted by Photobucket.com
Getafe. O nome diz-vos alguma coisa? Pois, a mim também não dizia. Sabia que era uma espécie de Loures encravada na periferia de Madrid, algures numa saída da M50, a CREL lá dos gajos. Mas depois de conhecer a campanha publicitária 'Ser del Getafe lo perdona todo', tudo mudou.

O Getafe CF ascendeu este ano à primeira divisão da Liga Espanhola e tem um problema: o reduzido número de adeptos. O clube é suburbano e almeja atinjir os 14 000 sócios, mas como consegui-lo em Madrid, onde todos são ou do Real ou Atlético?

Com arrojo e originalidade, pensaram os dirigentes do Getafe. Vai daí, lançaram uma campanha publicitária com anúncios de 45 segundos que pode ser vista na TV espanhola e que, infelizmente, não se encontra na net, já procurei. Num deles aparece um transsexual cujo pai não tem lá grande orgulho no filho «desnaturado». Mas quando, no final do spot, o rapaz (?) veste a camisola azul do Getafe e assiste ao jogo do seu clube na campanhia do pai, o velho rejubila de orgulho. É a reconciliação. 'Ser del Getafe lo perdona todo'.

O segundo spot trata mais uma vez de um pai que está furioso com o filho, um burro do caraças com péssimo rendimento escolar. O anúncio acaba com os dois sentados no sofá a vibrarem com um jogo do clube da sua vida. 'Ser del Getafe lo perdona todo'.

Talvez assim o Getafe consiga chegar aos tão ansiados 14 000 sócios. Para já tem o apoio de toda a malta aqui do Porco. Este ano ninguém torce pelo Real nem pelo Atlético nem pelo Barcelona. Pela ousadia e pela originalidade da sua estratégia de comunicação, este ano somos todos do Getafe.

Mas é claro que há sempre quem veja problemas em tudo. As organizações de homo e de transsexuais já estão a protestar porque entendem que o Getafe está a associar a imagem das minorias sexuais à marginalidade. Não deixam de ter alguma razão, mas se eu fosse transsexual ou bicha ou coisas que tais, não me preocupava por aí além. Afinal, 'Ser del Getafe lo perdona todo'.

Sem comentários: