20/09/05

O Porco A Três Mãos: Santana Versus Sócrates, por Cicuta, Gotika & Grunfo

Image hosted by Photobucket.com

Cicuta Dixit:

“É o pior primeiro ministro deste país desde o 25 de Abril"

Gotika Dixit:

“Lembro-me de outros piores ou no mínimo iguais. Mas ainda ninguém conseguiu equivaler à aberração Santana, confessem. Sim, é difícil recordá-lo como primeiro-ministro, mas que o foi, foi. Ou seja, depois daquele, até este parece bom. O que só significa nivelar por baixo.”

Grunfo Dixit:

Gotika, para mim, não tens razão. O Santana foi mau, eu fui contra o Santana a tal ponto que até nem me chocou muito o "golpe de estado" institucional que o Lampadinha fez.

Mas que diabo, o que diriam todos se o Santana aumentasse o Iva para 21%, se congelasse de vez, a todos, sem prazo e fim à vista os salários, as carreiras e as progressões da função pública em peso (à excepção dos políticos, que esses só para os próximos mandatos), se pusesse na CGD um equivalente ao Armando Gama, na Galp um equivalente ao Fernando Gomes, no Tribunal de Contas um equivalente àquele Watchdog de que me esquece agora o nome, se aumentasse sem qualquer apelo a idade da reforma para os 65 anos (menos para os políticos, que esses só para o mandato seguinte), se congelasse por completo e sem apelo as admissões à função pública toda (à excepção do despacho pessoal onde descongelou um lugar na Reper em Bruxelas para a amiguinha ex-assessora que quis ir para Bruxelas ter com o namorado), se persistisse nas férias de safari keniano enquanto o país ardia alegremente, se aumentasse os impostos de tal maneira que põe o país de rastos numa perspectiva de controle do déficit, quando agora se descobre que afinal nestes meses de sócratismo o aumento da despesa pública permanece descontrolado e que aumentou 8% ao mês (assim até pode meter os impostos em 100%, que nada chega), que diriam ainda do pobre diabo do Santana se tivesse eleito os profs como classe a abater obrigando-os a fazer horários das 9 às 5 sentadinhos numa cadeira da escola (um dia destes mete-os trazer a cadeira de casa), etc, etc.

Chega tou cansado e outra gente te dirá outras enormidades de que agora me esqueci.

E tudo isto para quê? A despesa pública e o seu controle que devia ser a tarefa base de qualquer governo, permanece em rédea livre.

O amiguismo impera e governa - nem o guterres foi tão longe com o jobs for the boys -, santana levou para o governo 14 secretárias, este animal mete 22 assessores e assessoras e quando uma se aborrece manda-a para Bruxelas.

Tudo isto é mau demais. O último que apague a luz. O Santana era mau, mas era um pobre diabo comparado com este gajo. Saltámos da frigideira para a fogueira e esta merda está cada vez mais quente!

Sem comentários: