04/01/06

O Padrinho, Parte Benfica, por Impensável

Apesar de grave, a história é curta e conta-se em poucas linhas. Há um goleiro brasileiro de nome parecido com cornetto que parece ter interessado ao Benfica e ao Porto. No regresso a Fortugal, o lampião Vieira foi aos brasis só para buscar os minino. Até aí tudo normal. Já vimos este filme muita vez e em muito lado. Segundo parece, em terras de vera cruz, saltou à comitiva um godo gordo, que deu uns empurrões ao cornetto e ao vieira e segundo alega messieur le president, o godo selvático tem uma ligação à dragoagem e ele coitado teve que fazer das tripas coração para não empalar o godo, até porque viu que a policia federal brasuca estava à coca e ele podia ser preso logo ali. Até aqui tudo bem também. Agora a coisa descamba. Em terras de um estado de direito europeu, já não no bananal sul-americano, o sr vieira assegurou-se que o godo era esperado no aeroporto por quatro seguranças do Benfica chefiados pelo sr funcionário lampião Carlos Colaço. O godo foi impedido de andar, travado, provocado, cercado pelos quatro seguranças e levou um estaladão tamanho-família. Duas televisões estavam lá. E estava lá um guarda da PSP que assistiu a tudo, deixou a maltosa do benfas ir embora sossegada, sem sequer a identificar e só depois escoltou o godo.

Sobre o cornetto, sobre o que se passou na australásia, sobre a malvadez portista e a policia federal brasileira, o sr vieira a seguir deu uma conferência de imprensa e peras. Sobre o que fizeram os seus meninos no aeroporto de Lisboa, disse nada. Para ele estava bem, foi aquilo que encomendou, foi aquilo que teve, não sentiu necessidade de se demarcar e muito menos de se desculpar.

Eu sou portista e ainda me envergonham muitos actos do Pintinho e seus muchachos e o sr vieira nunca me enganou, mas assistir no Portugal de hoje a um acto tão mesquinho, idiota e mafioso, é coisa que já não esperava assistir. Pelo menos, o guarda Abel tinha o cuidado de ver se havia câmaras por perto. Aqueles sicilianos do Benfica viram as câmaras e conformaram-se com um estaladão ao directo e ao vivo. Vem cá Coppola que podes fazer aqui o Padrinho, Parte 4.

Sem comentários: