08/03/06

A Porta, por Janela

Image hosting by Photobucket
Este post não é sobre o filme “A Desaparecida” (The Searchers”). Também não é sobre John Ford e muito menos sobre John Wayne. Este post é sobre uma porta. A Porta da foto ao lado. A Porta do final do Searchers, o mais politicamente incorrecto filme de cowboys de sempre. Mas por aí, já ia pelo filme afora e ia estragar a encomenda do Mangas. E eu, só quero falar da Porta.

A Porta do Searchers é um ícone poderoso, mil vezes usada. Nela se recorta o arrebique do canto superior e o corpo de costas de John Wayne, que se afasta da vida familiar e sozinho avança para a luz intensa do deserto, para o vazio infindo. É a solidão do herói, se é que se pode falar em heróis no The Searchers.

A Porta é uma moldura recortada contra a luz cruel e cegante do deserto. Dentro dela se afasta Wayne. Cá para trás, dentro, está a família, o humano e para lá dela, afastando-se, vai o homem de encontro à sua solidão. A Porta termina o filme. E resume-o.

Ontem revi a Porta. Não num Ford, nem num final, mas num outro filme sublime, que começa com a mesma Porta. Onde Ford terminou, Quentin Tarantino começa. A Porta é a mesma, com arrebique também e também recortada contra a luz intensa, branca e cruel do deserto. Uma luz quase impossível de ver. Assim começa o Kill Bill Vol. 2 - A Vingança, com Uma Thurman - quem tem Uma, não precisa de duas -, vestida de noiva prenhe e a sair para a solidão. Para lá da Porta está o deserto cruel, e Bill a Besta, mas isso já era falar do Kill Bill, e eu só quero falar da Porta. A Porta que marca a fronteira dos dois mundos onde se movem ambos os heróis. A Porta do The Searchers é uma lenda em si mesma, e o mais engraçado é que a sua reprodução mil usada em publicidade e cartoons enferma de uma ilusão visual, o que aliás acontece também com este post. Aceitam-se apostas e palpites.

Tarantino repesca o ícone e o engano, homenageia o mestre e tal como ele trata do desumano. Dois filmes desumanos. Dois Mestres absolutos. A mesma Porta.

Sem comentários: