25/07/06

Gelado De Amoras À Escolari Bardamerda, por Kzar

Nesta altura, e como é óbvio, a porcaria do jogo acabou há muito, torna-se ainda mais evidente que o Escolari é um cabrão, vá bardamerda esse porco, e tudo quanto é homem a sério já desabotou pelo menos um prego das calças e já vai à varanda sem fingir pretexto nenhum...

Requerem-se medidas drásticas para sossegar os ânimos e afogar as mágoas.

Gelado de amoras, abundantes e esmagadas em natas, açúcar e claras em castelo, semeado de groselhas geladas e tudo a fingir que nada em fina camada de Porto (ruby) que reveste o pratinho, é modo seguro de manter a seita agarrada à mesa mais dez minutos, multiplicados para vinte se antes da distribuição de café, remy-martins à fartazana e charutos sortidos se pespegar à frente de cada alimária com um cálice de licor de poejo geladinho, a fazer dueto com o referido gelado de amoras - algumas almas apreciam após esse transe uma águita Castelo.

Quem é amigo, quem é?

Sem comentários: