06/08/09

Dar uns Toques, por Homem Mosca


Reunião do Aparelho destinada à preparação das próximas eleições. O Aparelho está preocupado com a queda eleitoral do Partido e há que fazer qualquer coisa, traçar diagnósticos, decidir e aplicar estratégias. Ambiente crispado, os camaradas estão aterrorizados com a iminência de ficarem no desemprego. Mas as reuniões do Aparelho são sempre muito à frente e o nível do discurso político-filosófico-ideológico é de alto calibre. A sofisticação conceptual é avançadíssima. Imaginemos, não deve ser muito diferente disto:

- Pá, isto tá a correr mal, só temos uma saída: caçar votos à esquerda. Pra isso temos que arranjar umas caras novas para irem nas nossas listas. Dar uma imagem de renovação , os intelectuais, os jovens e as gajas boas tão connosco e isso...Ou captamos umas figuras à nossa esquerda ou tamos fodidos.
- Tens toda a razão, camarada. É por isso mesmo que já apresentámos algumas listas com umas caras larocas mais ou menos ligadas à esquerda.
- Pois é, em Ventosa de Baixo já temos a Inês Madeireira, é bem visto.
- E em Alcarraques caçámos o Anástácio Cipriano, um gajo vestido de preto e de barba por fazer, ficam sempre bem e dão votos.
- Mas em Alguidares, temos um problema pá. Quem é que caçamos em Alguidares?
- Podia ser a Júlia Amélia, pá, a gaja tá mal vista no partido dela, lixávamos esses comunas de merda e ainda somávamos uns votitos. E é boa, fica bem na foto e tudo.
- Tá bem visto, pá, vamo contactá-la. Ouve lá, ó Silva, quem é o nosso homem em Alguidares, para tratar do assunto?
- O nosso caçador em Alguidares é o Tó Saraiva, o filho do Saraiva... O gajo conhece a tipa, pode-lhe dar um toque...
- Então ele que dê o toque e fica o assunto de Alguidares resolvido.
- Mas ó Zé, ele tem que ter carta branca pra prometer um tacho à gaja se ela aceitar, sabes como é, isto não vai lá com lentilhas...
- Tudo bem, pá, diz-lhe pá avançar que tem carta branca da minha parte. Mas, ouve lá, se a coisa der pó torto e a gaja abrir a boca não tenho nada a ver com isso, ele que se amanhe, hã... Se der merda o Tó que se aguente sózinho, eu nunca disse nada, é iniciativa dele...
- Ok, ok, vou ligar pó gajo e ele faz o contacto já amanhã.
- Porreiro pá!

P.S. Qualquer semelhança entre este diálogo e a realidade é mera coincidência. Ás vezes dão-me estes flashs, é tudo...

8 comentários:

esCãotológico disse...

Isto é duplamente escatológico: no sentido de fezes e no sentido de profecia.

Anónimo disse...

este país só lá vai quando corrermos com estes bardamerdas dos toques. O «dar um toque» devia ser crime neste país. Tamos fartos de artistas, fónix.
E o pior é que na vida real há uma história pareecida com a do post que é a da joana amaral dias que acusa - via Louçã - os xuxas de a terem alicciado para as suas listas. o problema maior, note-se bem, não é o convite em si. Isso é ssimplesmente mediocridade xuxa. o rpblema maior é acenarem-lhe (supostamente, a ser verdade o que o BE diz e eu acredito no Be e não no partido de mentirosos em que se tornou o ps pinóquio)com contrapartidas de tachos que custam dinheiro ao er´´ario público. Isto é ter do estado uma noção mafiosa, o estado é ddo partido...

disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Dog, tinhas-me perguntado pelo shine a ligtht... Já saiu post aqui no Poro quando o filme se estreou. Aqui:
http://tapornumporco.blogspot.com/2008/05/shine-light-os-rolling-stones-como.html

sCãorcese disse...

boa. escapou-me essa. vou ver. tanque you.

MicKão jagger disse...

Venho de lá agora: ganda posta, és uma autoridade mundial em RS (Rolling Scorcese, digo).

Anónimo disse...

Uma das maiores autoridades mundiais em RS... Soa bem, Dog, soa bem. E vou aproveitar a tua sugestão e meter na forja O Outro Mick.

Anónimo disse...

e eis que volta a Sagrada Igreja da Beiça Coa Língua de Fora.


jurassic